Seja bem-vindo
SP - Litoral,23/07/2024

    • A +
    • A -

    Embaré, em Santos, recebe aplicação de inseticida contra o Aedes na segunda-feira

    Fonte: santos.sp.gov.br
    Embaré, em Santos, recebe aplicação de inseticida contra o Aedes na segunda-feira

    A Secretaria de Saúde de Santos vai aplicar inseticida no bairro Embaré na segunda-feira (17), a partir das 9h, com o objetivo de reduzir a quantidade do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana e evitar novas transmissões.

    A microárea em que o inseticida será aplicado registrou quatro casos de dengue entre os moradores. Ela corresponde ao perímetro formado pelas ruas Ministro João Mendes, Delfim Moreira, Álvaro Alvim e a Avenida Doutor Epitácio Pessoa.

    A técnica, denominada nebulização costal, realiza a aplicação do inseticida a partir de um bico aplicador acoplado em um reservatório similar a uma mochila, que jateia a substância diretamente nos pontos onde o mosquito adulto costuma se alojar com mais frequência.

    CUIDADOS

    Na nebulização, os agentes recomendam que o morador e animais de estimação deixem a residência por 30 minutos para que não haja contato entre os ocupantes do imóvel e as gotículas do produto em suspensão no ar. Outros cuidados a serem tomados são deixar portas e janelas abertas, guardar em local fechado ou manter coberto alimentos, água e utensílios domésticos, e retirar roupas do varal. Bebedouros de animais, gaiolas de passarinhos e aquários têm que estar cobertos ou guardados em locais fechados.

    PROTOCOLOS

    Importante salientar que, como envolve a aplicação de substância tóxica, a nebulização é uma estratégia que deve ser usada com parcimônia, por profissionais treinados, em um raio de extensão considerado como de risco para a proliferação da doença, a partir da picada do mosquito em pessoas adoentadas e evitar que venham a transmitir a doença para outras. Seguindo os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde e o rigor que envolve a aplicação desse tipo de produto, os agentes de combate a endemias responsáveis pelo serviço vestem roupa especial que impede o contato do inseticida com a pele e utilizam máscara específica no nariz e olhos. BALANÇO Em 2024, Santos registrou 2.738 casos de dengue e 59 de chikungunya.

    PREVENÇÃO

    A nebulização elimina os mosquitos já na fase adulta, mas o ideal é impedir que a larva do inseto se desenvolva, por isso as medidas contra o Aedes seguem sendo a melhor forma de prevenção contra as doenças que ele transmite.

    A cidade de Santos realiza ações durante o ano todo:

    • Casa a Casa - programa de visitação de rotina aos imóveis

    • Mutirão - varredura realizada semanalmente em algum bairro da Cidade

    • Imóveis especiais e pontos estratégicos - locais visitados mensalmente

    • Imóveis especiais: grande circulação de pessoas - escolas, hotéis, shopping centers

    • Pontos estratégicos: mais risco de criadouros - borracharias, oficinas, ferros-velhos, cemitérios, obras

    • Nebulização - aplicação de inseticida no entorno da residência de pessoa infectada para combater o mosquito já na fase adulta, quando está transmitindo as doenças

    • Armadilhas - Santos possui 481 armadilhas distribuídas por toda a Cidade, monitoradas semanalmente, que mostram o índice de infestação de mosquito no local

    • Acompanhamento epidemiológico - notificação e investigação de todos os casos de doenças transmitidas pelo Aedes pela Vigilância Epidemiológica

    • Atividades Educativas - atividades educativas nas ruas, escolas, palestras em empresas e instituições, pedágios em diferentes pontos da Cidade, participação em eventos, estandes temáticos e reuniões em condomínios • Monitoramento com drones em locais de difícil acesso

    • Atendimento a denúncias - feitas na Ouvidoria Municipal pelo telefone 162 ou site www.santos.sp.gov.br/ouvidoria

    PRINCIPAIS DICAS

    • Verifique se há água parada em vasos e pratos de plantas

    • Pias - verificar vazamentos e manter ralo vedado

    • Ralos no chão - tampá-los com tela, caso não sejam do tipo abre e fecha. Aplicar água sanitária duas vezes por semana

    • Bandeja externa de geladeira - verificar se há acúmulo de água, limpar e manter seca

    • Vaso sanitário e caixas de descarga - manter tampados

    • Calhas e lajes - caso não seja possível verificar se acumulam água, procurar identificar sinais de umidade. Em caso afirmativo, providenciar a resolução do problema

    • Caixas d'água - verificar a condição das tampas. Solicitar a reposição daquelas ausentes ou quebradas

    • Fontes ornamentais, bebedouros de animais domésticos, piscinas - verificar a presença de organismos vivos dentro da água. Fazer limpeza regularmente

    VACINA

    A vacina contra a dengue segue disponível nas policlínicas para crianças e jovens de 10 a 14 anos. Para completar o esquema vacinal, são necessárias duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

     





    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login

    Recuperar Senha

    Baixe o Nosso Aplicativo!

    Tenha todas as novidades na palma da sua mão.