Seja bem-vindo
SP - Litoral,23/07/2024

    • A +
    • A -

    Museu Pelé festeja 10 anos com nova exposição, mais acessibilidade, aplicativo de realidade aumentada e parcerias com Santos FC

    Fonte: santos.sp.gov.br
    Museu Pelé festeja 10 anos com nova exposição, mais acessibilidade, aplicativo de realidade aumentada e parcerias com Santos FC

    Uma década preservando, homenageando e compartilhando a história mais incrível do futebol mundial. Dez anos mostrando para milhares de turistas e santistas a trajetória de um homem que transcendeu o esporte e inspirou milhões ao redor do planeta com gols espetaculares, títulos conquistados e os recordes quebrados. O Museu Pelé, um dos principais equipamentos turísticos de Santos e parte essencial da revitalização do Centro Histórico, festejou seu aniversário nesta sexta (14).

    Porém, os presentes ficarão para santistas e turistas que o prestigiam, com novidades que vão agradar a todas as idades: uma nova exposição temporária, mais acessibilidade, aplicativo interativo de realidade aumentada e parcerias com o Santos FC. 

    A cerimônia contou com a presença do prefeito Rogério Santos, os filhos do Rei Flávia Arantes do Nascimento e Edinho, o vice-presidente do Santos FC, Fernando Bonavides, companheiros de Pelé em campo, Clodoaldo, Lima e Manoel Maria, além de ex-atletas como Narciso e outras autoridades.

    O prefeito Rogério Santos relembrou a história do Pelé ao longo do tempo e o impacto para o passado, presente e o futuro, com o cuidado com as novas gerações, uma das preocupações sempre destacadas pelo Rei. “Presente é o tempo. Presente também pode ser algo que você dá a alguém com carinho. Nós estamos presentes, mas com o exemplo dos jogadores do passado, deuses do futebol que nos presenteiam com sua presença e com suas histórias de determinação. O futuro também está aqui, com os jovens que aprendem com os ensinamentos da história para construírem o amanhã com cidadania, respeito, verdade e empatia. Os jovens que sempre foram a preocupação do Edson Arantes no Nascimento e que hoje, por meio do museu e do legado de muitos craques que aqui estão, são apresentados à importância do Pelé não somente para Santos, mas para o mundo”.

    Edinho agradeceu as homenagens feitas ao pai e diz que tem como missão manter a memória de Pelé cada vez mais viva. “É um orgulho enorme para minha família toda poder estar aqui nesse momento e poder ter esse amor, esse carinho da Cidade. E eu mais uma vez prometo que esse Museu vai ser conhecido pelo mundo inteiro e vai se tornar a maior atração da nossa cidade com muito orgulho e com muito prazer”.

    ABERTURA

    A celebração marcou a abertura da mais nova exposição temporária do equipamento, intitulada ´Love, Love, Love’ e assinada pelo artista Luis Bueno. É composta por dezenas de obras lambe-lambe e cartazes instagramáveis retratando Pelé beijando diversas personalidades e personagens de grande relevância cultural, como Muhammad Ali, Monalisa, Fred Mercury, David Bowie, Salvador Dalí, robô C3PO (Star Wars), além de momentos icônicos da carreira do Rei, capas de revistas e anúncios publicitários com ele, entre outras

    A mostra, que não tem data para terminar, foi inspirada na despedida do Rei dos gramados, nos Estados Unidos, em 1977, quando fez um discurso usando a palavra “amor” três vezes e depois encontrou Ali no gramado para ambos trocarem beijos no rosto, em reverência mútua. Reconhecido por sua habilidade em capturar a essência de figuras icônicas e um dos pioneiros na utilização do lambe-lambe como expressão artística, Luis Bueno, também conhecido como Bueno Caos, mergulha na linguagem da arte de rua, explorando diversas técnicas que expandem a estética da pop art. O resultado é uma coleção poderosa e evocativa que dialoga com o público de maneira única e inovadora.

    “Conheci o Museu Pelé no seu primeiro ano de vida. Fiquei muito impressionado. Então, é uma honra estar aqui hoje, com a série Pelé Beijoqueiro, que traz um lado do Pelé que eu valorizo muito, que é o lado afetivo, o amor. O Pelé traz também uma mensagem de amor. Acho que a imagem dele abraçando e beijando tem muito disso. Eu gostaria que as pessoas tivessem um pouco dessa sensação”, conta o artista.

    Para Flávia Arantes do Nascimento, a exposição traduz bem um lado importante do pai. “É sempre uma emoção, tudo que diz respeito ao meu pai, que sempre foi um cara atento, atemporal, à frente do tempo. O Museu reflete toda a história dele e a exposição do Bueno é algo supermoderno, que fala de arte, que fala de cultura, que fala de educação. E o Pelé sempre bateu em relação à educação, às crianças, à cultura, então não tem como não se emocionar”.

    A curadoria da exposição foi realizada pelo artista, equipe do Museu Pelé e Ney Caldatto, enquanto a montagem teve a colaboração da Prefeitura Regional do Centro Histórico.

    APP DE REALIDADE AUMENTADA

    A partir desta sexta, os visitantes também vão poder se divertir com realidade aumentada enquanto conhecem a trajetória do Rei. Em parceria com a empresa Criando Valor, o museu ganhou o aplicativo interativo ‘Caça Bola’, disponível gratuitamente nas plataformas para Android e iOS. Com seus celulares, os participantes vão procurar dez bolas virtuais fazendo referência a várias fases da carreira de Pelé, espalhadas pelo museu. Ao localizar todas, o app gera um filtro para que o visitante faça uma selfie comemorativa.

    MAIS ACESSIBILIDADE

    Complementando a ferramenta do audioguia, o Museu Pelé vai aumentar a acessibilidade para os visitantes com a instalação de ferramenta em parceria com a Central Municipal de Mediação em Libras, da Secretaria da Mulher, Cidadania, Diversidade e Direitos Humanos (Semulher). Por meio de QR Code, os visitantes serão direcionados ao YouTube, onde acessam diversos vídeos em Libras e com recursos de legenda apresentando informações sobre as exposições.

    PARCERIA COM O SANTOS FC

    O Santos FC foi o time que projetou o menino Edson Arantes do Nascimento para o mundo. Então, nada mais justo do que o museu se unir ao clube para atrair mais turistas por meio de ações de marketing. Serão várias ações conjuntas para divulgação mútua. Entre elas, distribuição de material institucional do Memorial das Conquistas do Santos FC nos Postos de Informação Turística (PITs) e feiras de economia criativa; capacitações de guias e monitores de turismo, programação de tours temáticos do Santos FC na linha turística do bonde; incentivo para que ônibus de passageiros de navios e de turismo visitem a Vila Belmiro; estabelecimento de calendário de visitas virtuais de alunos da rede municipais ao Memorial; disponibilização de vídeos institucionais do turismo para veiculação no telão do estádio em dias de jogos, disponibilização de espaço no museu para exposição de aniversário do clube, entre outras.

    O vice-presidente do Santos também destacou a importância do Museu para a Cidade e da parceria com o Santos FC. “É um momento de muita emoção para todos nós. Só temos a agradecer por essa parceria entre o Santos Futebol Clube, a cidade de Santos e o Museu Pelé”.

    COPA MUSEU PELÉ DE FUTEBOL

    Em outra parceria com o Santos FC, alunos da rede municipal até 15 anos vão disputar, entre agosto e setembro, a Copa Museu Pelé de Futebol, nos campos do CT Meninos da Vila. Disputarão o troféu seis equipes femininas (UMEs Maria Luiza Alonso Silva, José Carlos de Azevedo Jr., Oswaldo Justo, Avelino da Paz Vieira, Cidade de Santos e Florestan Fernandes) e dez masculinas (Maria Luiza Alonso Silva, José Carlos de Azevedo Jr., Oswaldo Justo, Avelino da Paz Vieira, Cidade de Santos, Florestan Fernandes, Judoca Ricardo Sampaio Cardoso, Monte Cabrão, Vinte e Oito de Fevereiro e Mario de Almeida Alcântara).

    PROJETO EDUCAÇÃO EM CAMPO

    Com o objetivo de garantir que as próximas gerações conheçam e nunca esqueçam dos feitos do maior jogador de futebol de todos os tempos, as secretarias de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur) e Educação (Seduc) lançaram oficialmente o projeto Educação em Campo. Semanalmente, alunos de jornada ampliada da rede municipal realizarão visitas ao museu e à Sala do Rei, além de passearem de bonde. Conteúdos sobre a história de Pelé também são trabalhados antes nas salas de aula.

     

    Museu é realização de sonho do Rei e já foi visitado por 490 mil pessoas

    Inaugurado em 15 de junho de 2014 como parte dos eventos paralelos à Copa do Mundo FIFA, realizada no Brasil, o Museu Pelé recebeu aproximadamente 490 mil pessoas. O equipamento foi a realização de um sonho antigo do Rei, que dizia querer a construção de um local para expor toda a sua história em Santos, a Cidade que adotou como sua. “Recebi propostas de vários países: Estados Unidos, Japão e Arábia. Sempre quis que fosse aqui em Santos. Está dando certo. Agora, não deixem a bola parar”, declarou Pelé, durante o lançamento da pedra fundamental, em 2010.

    E a bola não parou. Em quatro anos, as ruínas de dois antigos casarões do Valongo erguidos em 1867 e 1872 - antigas sedes da Prefeitura e a Câmara de Santos, que passaram décadas destruídas por incêndios e pelo abandono - tiveram a fachada original totalmente reconstruída, volumetria e acabamentos, além da implantação de modernas instalações no espaço interno.

    Ainda com a influência de ser o mais novo ponto turístico da Cidade, em 2015 o equipamento havia registrado seu maior público, com 57,7 mil pessoas. Em outubro de 2021, passou a ter a entrada gratuita a fim de estimular o turismo no Centro Histórico e para que cada vez mais pessoas se encantem com os feitos do maior jogador de todos os tempos.

    O falecimento de Pelé, em 29 de dezembro de 2022, também fez crescer o interesse do público, inclusive dos mais jovens que sequer tiveram a oportunidade de assistir à lenda nos gramados. Um dia depois, o museu bateu o recorde de visitantes em um dia (6 mil) e 2023 fechou com 81,6 mil, maior quantidade registrada em um ano.

    “Pelé pode ter nos deixado no plano físico no final de 2022, mas continua vivo dentro das paredes históricas destes Casarões do Valongo. Aqui, segue sendo um farol de inspiração e perpetuando os valores que ele sempre defendeu: fair play, respeito, solidariedade e paixão pelo que se faz”, disse em seu discurso a secretária de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo, Selley Storino, destacando a importância do Atleta do Século 20 para a história não somente de Santos, mas do esporte mundial.

    ACERVO

    No equipamento, estão expostos documentos, camisas, chuteiras, bolas, condecorações e troféus, entre muitos outros itens do acervo pessoal do 'Atleta do século 20'. Nos 4.134m², o público também aprecia áudios, filmes, fotos e textos sobre a história dele.

    Na linha do tempo, o visitante confere a infância pobre do menino Edson, na cidade mineira de Três Corações, passando pelos primeiros passos no futebol já na cidade de Bauru (SP), a chegada ao Santos e a estreia na seleção brasileira, até suas dezenas de conquistas pelos gramados do mundo inteiro.

    Nos mezaninos está a exposição ‘4 Copas e 1 Rei’, que reconstrói com objetos históricos e narrativas a participação de Pelé nos mundiais de 1958, 1962, 1966 e 1970. Ao longo do ano, o equipamento também recebe exposições temporárias. As mais recentes são ‘Tecendo histórias: as camisas do Rei Pelé’ e a recém-inaugurada ‘Love, Love, Love’.

    O museu fica no Largo Marquês de Monte Alegre s/nº, Valongo. Funciona de terça a domingo, das 10h às 17h30. A entrada é gratuita.

     

    CRONOLOGIA MUSEU PELÉ

    • 1º de julho de 2010 - Cerimônia de lançamento da pedra fundamental e enterro de cápsula do tempo por Pelé, nos Casarões do Valongo
    • 15 de junho de 2014 - Inauguração oficial, como parte dos eventos paralelos à Copa do Mundo
    • 9 de março de 2016 - A prefeitura assina um acordo em que municipaliza o Museu Pelé e assume sua gestão
    • 14 de agosto de 2018 - Pelé inaugura a Sala do Rei, espaço no segundo pavimento para receber convidados na sua “casa”, como carinhosamente chamava o equipamento, e também como escritório
    • Outubro de 2021 - Ingresso passa a ser gratuito para comemorar o Dia Mundial do Turismo e estimular o turismo no Centro Histórico
    • 16 de julho de 2022 - Após a maior revitalização de sua história, que durou três meses, o museu reabre ao público
    • 30 de dezembro de 2022 - Um dia após a morte do Rei do Futebol, o Museu Pelé bate o recorde diário de visitantes, com mais de 6 mil pessoas
    • Janeiro de 2024 - Prefeitura anuncia que o museu bateu o recorde anual de visitantes em 2023, com 81,6 mil

     




    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login

    Recuperar Senha

    Baixe o Nosso Aplicativo!

    Tenha todas as novidades na palma da sua mão.