Seja bem-vindo
SP - Litoral,02/12/2023

    • A +
    • A -

    Vinte e seis repatriados de Gaza chegam a São Paulo

    Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br
    Vinte e seis repatriados de Gaza chegam a São Paulo


    Logo Agência Brasil

    Vinte e seis dos 32 repatriados da Faixa de Gaza chegaram nesta quarta-feira (15) a São Paulo. A aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou às 11h23 na Base Aérea de Guarulhos. Dos 26, nove seguem para a casa de familiares e 17 para um abrigo no interior paulista. Os números foram atualizados hoje; inicialmente 12 iriam para o abrigo.

    “A gente está muito feliz. Eu não acredito até agora que consegui sair dali viva”, contou Shahed al-Banna, que mora em São Paulo e retornará a sua casa. Ela explicou que foi à Palestina acompanhar a mãe doente, para que ela se despedisse da família. “Ela teve câncer e faleceu”, relatou.



    Notícias relacionadas:

    O grupo de brasileiros repatriado do enclave, que está no centro do conflito no Oriente Médio, chegou a Brasília na madrugada de segunda-feira (13), após mais de um mês de espera.

    Shahed lamenta que familiares ainda estejam na área de bombardeios. “Estamos preocupados com quem ficou lá. Não vou conseguir ter completa felicidade até que eles venham para cá.”



    Mahmoud Abuhaloub também foi um dos que desembarcou esta manhã em São Paulo e disse estar feliz de voltar ao Brasil. “Lá [em Gaza] tenho dois irmãos, com as famílias deles, e minha irmã. A minha irmã está sob a minha responsabilidade”, relatou à TV Brasil.



    Rodrigo Portela, assessor da Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública, lembrou das ações do governo para auxiliar na chegada dos repatriados.




    “A gente resgatou essas pessoas em meio à guerra. As pessoas então tinham problemas de saúde, problemas emocionais e problemas financeiros também. O governo federal optou por fazer essa operação que iniciou com um pouso em Brasília para a gente fazer o acolhimento, tratamento de saúde dessas pessoas lá na base aérea, no hospital da FAB.”




    Abrigo



    A localização exata do abrigo não foi revelada por questões de segurança. O local é destinado a receber refugiados. As cinco famílias ficarão em unidades individuais com quartos e banheiros, refeitório para alimentação e espaço para convivência.



    Elas poderão permanecer no local por tempo indeterminado. Esses repatriados solicitaram a ida ao abrigo por não terem onde se instalar no país.



    Nos dois primeiros dias em Brasília, equipes do Ministério da Justiça atenderam os repatriados e orientaram sobre a regularização migratória para que possam ter acesso a documentos, como RG, CPF, segunda via de certidão de nascimento, autorização de residência e de trabalho e visto de permanência temporário.




    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login

    Recuperar Senha

    Baixe o Nosso Aplicativo!

    Tenha todas as novidades na palma da sua mão.